Confiar – Sexo, Namoro Virtual e Spoiler.

Recentemente assisti um daqueles filmes nada emocionantes, mas que me fazem passar horas refletindo. O nome é Confiar (Trust).


Annie é filha de um publicitário famoso e de uma trabalhadora (que eu não entendi bem o que faz), tem um irmão mais velho que entra para faculdade e uma mais nova. Uma família bacana, unida, financeiramente bem, boas relações… até que  inicia um relacionamento no computador com um jovem de 16 anos e dá continuidade através do telefone. Bom, com o passar do tempo, ele começa a se revelar aos poucos para a garota: diz que tem 20 anos, depois afirma ter mentido que tinha 25…  Sem que seus pais soubessem, ela aceita o convite dele para um encontro e ai a surpresa:o cara tinha pelo menos uns 35.  O cara faz um discurso do tipo “eu te amo e achei que você era madura para não se importar com a idade e etc” e para não dar o braço a torcer, a adolescente insegura faz todas as vontades do pedófilo. Isso aí.

Ela entra no carro com ele, coloca uma lingerie sensual num motel e transa. Perde a virgindade chorando na cama de pernas abertas, só para provar a si mesma que não era tão feia como pensava, que seu corpo não era estranho, e que podia ser como as garotas “legais” da escola. Posteriormente, no decorrer das investigações, o FBI tem acesso às conversas dos dois no Tinychat e vem a tona que antes do encontro eles tinham conversas muito íntimas, sobre sexo, e Annie dizia coisas extremamente pervertidas… para completar, durante quase todo o filme ela fica revoltada, dizendo que não foi estuprada, apenas fez sexo com um homem mais velho e que é um direito dela. O Pai da garota fica desesperado por não poder podido protegê-la, fica obcecado por encontrar pedofilos e estupradores, e quando lê as conversas da filha na internet, fica em choque de como o seu “bebê” poderia “agir como uma puta e falar de sexo daquele jeito”… ele só esquece que está comandando uma campanha publicitaria na qual só falta colocar as garotas nuas, tamanho o apelo.  A maioria dos personagens agem com o seguinte pensamento “nossa, a garota tão novinha,transou com um cara mais velho… mas ele não obrigou, então ela é uma safada…”. Só que não é bem assim que funciona!

Nas leis brasileiras, o crime de estupro previsto no artigo 213 do Código Penal dá a seguinte tipificação de estupro: Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso, e prevê pena de reclusão de seis a dez anos. Nesse tipo de crime não cabe fiança. Mas se ela disse que foi consentido, descaracteriza o crime.

Mas se você pensar que casos como o do filme são mais comuns do que se pensa: uma adolescente, com problemas de auto-estima, subjulgar o próprio corpo pela aceitação social… além de, neste caso, toda a situação ter sido forjada e manipulada por um pedofilo experiente, que sabia exatamente como trabalhar a situação a seu favor… a garota pensava ser madura para lidar com situações complexas, e pensava que um cara mais velho (que ela acredita poder ter mulheres melhores) estava apaixonado e seduzido por ela, daquele jeito imperfeito… que garota não se sentiria assim? Impelida a se provar? Ainda acho que ela deveria ter se recusado a sequer dar continuidade ao encontro no shopping… Ela sequer conhecia a pessoa – conversaram por internet, telefone, e desde o início o cara mentiu… foi mudando as versões da mentira e ela continuou a passividade… a gente nem conhece uma pessoa com quem convive por anos, quem dirá alguém na internet. Mas isso é caso para outro post…

Enfim, o que é estupro na sua opinião?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s