Mudanças corporais

Há uma semana fiz 4 furos na orelha de uma só fez, colocando pedrinhas de strass que combinam com as hastes do óculos. Nada Anormal. Assim como as duas tatuagens que tenho. A primeira, uma flor, não doeu tanto, mas a segunda, que é maior, doeu demais… Quem foi que disse que quando tem Gordurinha dói menos? Não sabe de nada.

O que faz uma pessoa grampear as próprias orelhas? E manter os brincos mesmo com a dor constante mês a fora, a inflamação natural…? O que faz a gente pagar alguém para passar horas  rasgando nossa pele e injetando tinta na ferida (e repetir o procedimento porque uma tattoo nunca basta)?

Eu tive vários motivos para me tatuar: marcar o momento fundamental que estava vivendo, o significado do desenho, achava bonito, provar que era capaz de tomar decisões permanentes… Sempre que olho para elas, me sinto mais forte. A dor daquelas horas foram como um tipo de redenção e me obriguei a suportar… – não tem nada a ver, foi só meu jeito de encarar a dor.

Estranho que estejamos sempre insatisfeitos com nosso corpo… Poderia emagrecer um pouco, esticar, endurecer, enfeitar… Deveríamos ser felizes por outros motivos, que não simplesmente se adaptar ou reforçar a diferença.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s