Pretzel!

Massa::

  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de água morna
  • 1/2 xícara (chá) de leite morno
  • 20 g de fermento biológico seco
  • 1 pitada de sal
  • 3 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 ovo
  • 1/2 xícara (chá) de margarina sem sal
  • Farinha para trabalhar a massa e enrola – la
  • Margarina para untar a forma

Cobertura::

  • 200 g de manteiga sem sal derretida
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 3 colheres (chá) de canela em pó

MODO DE PREPARO

  1. Peneire a farinha em uma tigela e reserve
  2. No liquidificador, bata a água, o leite, o fermento, o sal, o açúcar, o ovo e a margarina
  3. Faça uma cavidade na farinha e despeje o líquido no centro, mexendo com uma colher
  4. Transfira para uma superfície enfarinhada e sove
  5. Se preciso, junte mais farinha até a massa não grudar nas mãos
  6. Cubra a massa e deixe descansar por 45 minutos
  7. Derreta a manteiga em fogo brando e reserve
  8. Divida a massa em porções iguais e modele os cordões compridos
  9. Disponha em assadeiras untadas
  10. Leve ao forno alto, pré – aquecido, por 25 minutos ou até dourar
  11. Retire do forno, passe na manteiga e polvilhe com o açucar e a canela misturados

Informaçães Adicionais

  • Obs.: fazer os cordões fininhos, porque a massa cresce bastante na hora de assar.
    É possível fazer outras coberturas: doce de leite, queijo parmesão ralado, coco etc.

 

A história do Pretzel data do início dos anos 600, quando um monge de um convento situado em algum lugar entre a França e a Itália, brincando com pedaços de massa preparada para os pães daquele dia, se deu conta que fez um desenho semelhante aos braços de uma criança dobrados e unidos para uma prece. Os tres buracos formados pelo desenho significariam a Santíssima Trindade. Achando interessante esta criação, os monges decidiram fazer em grande escala para presentear as crianças que memorizassem passagens das Sagradas Escrituras. Chamaram este salgado de Pretiola, palavra latina para designar uma pequena recompensa. As Pretiolas atravessaram as regioes vinícolas da França e da Itália, subiram os Alpes, passaram através da Áustria e cruzaram a Alemanha, onde se tornaram Bretzeln ou Bretzel. Aliás, na Alemanha, você vai encontrar os Pretzels em todos os lugares. Em cada esquina ele é oferecido quentinho, com sal grosso e cominho polvilhados sobre ele. Durante a passagem de ano, as crianças da Alemanha colocam Pretzels ao redor do pescoço para terem boa sorte no novo ano.

Os Pretzel não somente fizeram parte da história como mudaram a mesma. Conta-se que em 1510, em Viena, enquanto as pessoas dormiam, os Turcos tentaram invadir a cidade e não obtiveram êxito graças à ação dos fazedores de pretzel que estavam acordados e puderam alertar os cidadãos, os quais aniquilaram os Turcos na sua tentativa de invasão.

As histórias e os costumes inspirados pelo Pretzel são muitas e variam em cada país europeu. Em Luxemburgo, por exemplo, havia um costume de se oferecer um “bretzel” a mulher amada, num domingo antes da Páscoa, para poder receber de volta ovos decorados pelas mãos da eleita do coração. Segundo a enciclopedia “Larrousse Gastronomique”, a origem do “bretzel”, como é chamado na regiao francesa da Alsácia, tem a ver com o culto ao sol. Sua forma original seria um anel com uma cruz dentro. Como esse formato se apresentava de maneira frágil, a forma evoluiu para a atual.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s